Assista aqui o documentário HOME – Nosso planeta, nossa casa (2009)

Compartilhe esse conteúdo com alguém...
0 Flares 0 Flares ×

HOME - Nosso planeta, nossa casa

HOME – Nosso planeta, nossa casa


HOME é um documentário lançado em 2009 e produzido pelo jornalista, fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand.

O filme é inteiramente composto de imagens aéreas de vários lugares da Terra. Mostra-nos a diversidade da vida no planeta e como a humanidade está ameaçando o equilíbrio ecológico.

Foi lançado simultaneamente ao redor do mundo em 5 de junho de 2009 nos cinemas, em DVD e no YouTube. Estreado em 50 países diferentes, é totalmente gratuito e sem lucros comerciais.

HOME foi filmado em vários estágios devido à extensão das áreas retratadas. Levando cerca de 18 meses para ser completado, o diretor Yann Arthus-Bertrand, um operador de câmera, um engenheiro de câmera e um piloto voaram em um pequeno helicóptero através de várias regiões em cerca de 50 países.

A filmagem foi feita utilizando câmeras Cineflex de alta definição suspensas em uma esfera giratória estabilizada, montada na base do helicóptero. Essas câmeras, originalmente fabricadas para artilharia, reduzem as vibrações ajudando a capturar imagens suaves. Após quase todos os vôos, as gravações eram imediatamente checadas para se ter a certeza de que elas eram viáveis. Após toda a filmagem ter sido completada, a equipe tinha cerca de 488 horas de filmagem para editar.



HOME - Nosso planeta, nossa casa

HOME – Nosso planeta, nossa casa

“O fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand retrata a Terra através da visão de um pássaro, sobrevoando mais de 50 países e mostrando as fragilidades que o planeta enfrenta, e como a superfície da Terra é moldada pela presença do homem. A visão através dessa perspectiva nos permite enxergar melhor como tudo na Terra é interligado, e como tudo o que fazemos afeta o ambiente em que vivemos e que nossos filhos vão viver. Como um quadro impressionista, que só enxergamos quando damos um passo pra trás. O documentário HOME não apresenta gráficos, dados projetuais ou coisas do tipo, mas cenas fantásticas de cenários terrestres, em alta definição. É mais um exercício de reflexão do que mais uma mensagem alarmante de que temos que cuidar melhor do nosso planeta. O longa foi feito com um orçamento de 12 milhões de Euros investidos pelo Grupo PPR, lançado em 5 de junho de 2009 e distribuído gratuitamente pela internet. A produção é de Luc Besson, a narração em inglês é de Glenn Close e a em espanhol de Salma Hayek.” (João Faraco, em 31 de julho de 2009, no Caligraffiti)

“Esse filme é perfeito no sentido de explicar, de forma fácil e compreensível, todos os problemas que nosso planeta vem sofrendo. Além de imagens espetaculares, o filme traz dados extremamente alarmantes com relação ao nosso planeta, sendo uma obra de arte com uma mensagem importante. É incrível como alguns de nós esquecemos onde vivemos, e como é importante estarmos conscientes de que o planeta é só um e que não há mais tempo para guerras, nem fronteiras, é necessário que todos deixem suas diferenças, que se ajudem em tornar o mundo um lugar realmente melhor. Temos tecnologia e capacidade para mudarmos o mundo, e só falta na verdade uma concientização mais ampla dos verdadeiros problemas que estamos enfrentando. É necessário não se deixar desviar por agendas de determinados grupos, e sim buscar na simplicidade as soluções e com gestos pequenos, modificar nosso comportamento. Existem tantas maneiras de ajudar, é importante que todos realmente colaborem da melhor forma possível a começar de já!” (Revista Internet, em 19 de setembro de 2009)

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Comentários

Assista aqui o documentário HOME – Nosso planeta, nossa casa (2009) — 3 Comentários

  1. Estudo Agroecologia no IFB e foi muito bom encontrar aqui todos esses vídeos reunidos… É uma pena que não estejam dublados, mas a legenda já ajuda…
    Filme muito bom, e cada pessoa desse mundo deveria assisti-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *