Agora: um presente » entrevista com Robert Broughton

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Para assistir os vídeos com as 4 partes desta entrevista com Robert Broughton, clique acima no título dessa notícia…

Robert Broughton entrevistado por Renata Reif» por Renata Reif

Quando se aceita o que está acontecendo agora, sem alguma resistência, a forma como vivemos o momento muda dramaticamente. Ao fazer isso, o observador interno é imediatamente invocado e a gente começa a relaxar.

Enquanto assiste a estes ví­deos, como você se sente? Há algum conflito? Feche os olhos por alguns instantes e experimente o que está sentindo agora. Pode ser depressão, ansiedade, raiva, irritação. O que quer que seja, simplesmente permita que assim seja e não brigue contra isso. Meditação é permitir que os pensamentos passem pela mente naturalmente, como as nuvens no céu. Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Para que lado giram os chakras?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Pedro Kupfer

os chakras e suas coresAo meditar nos chakras, você não deve prestar atenção ao corpo físico, mas ao corpo sutil, no espaço interior. Pense nos chakras como redemoinhos com o centro mais claro que as extremidades, girando vertiginosamente em ambos os sentidos. Você poderá perguntar: “Em ambos os sentidos? Como assim?”. Assim mesmo. Os chakras giram em ambos os sentidos. E giram muito rapidamente.

O processo respiratório não é apenas inspirar ou apena expirar. Os chakras não giram só para a direita ou só para a esquerda. O universo é expansão e recolhimento, em todos os planos. Quando se medita sobre um chakra, uma das coisas que precisa fazer-se é ver qual é o movimento dominante nele, se horário ou anti-horário. O movimento horário faz com que o chakra projete energia para fora. O anti-horário é para captar energia do ambiente. Isso é fácil de se conseguir com um pouquinho de prática, usando a intuição. Raramente falha.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...