Benefícios de paschimottanasana, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Paschimottanasana, em desenho por John Scott

Paschimottanasana, em desenho por John Scott

» por Lino Miele

É de suma importância controlar mula bandha e uddiyana bandha ao se praticar paschimottanasana, a postura de alongamento das costas voltadas para o poente. Nas flexões extremas, o ar penetra os pulmões com alguma força. Quando os dois orifícios (um no ânus e o outro na saída do trato urinário) são mantidos fechados como em mula bandha, o ar é capaz de estimular o sushumna nadi. Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Benefícios de ardha baddha padmottanasana, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ardha baddha padmottanasana, em desenho por John Scott

Ardha baddha padmottanasana, em desenho por John Scott


» por Lino Miele

Este asana, ardha baddha padmottanasana (postura de alongamento do meio lótus enlaçado), visa à limpeza do fígado e do baço, respectivamente.

O calcanhar pressiona o umbigo, auxiliando a purgação e tonificação dos órgãos digestivos por meio do estímulo do fogo digestivo (agni).

O chakra responsável por esse processo situa-se a 4 polegadas abaixo do umbigo (svadhisthana chakra).

Gases intestinais aprisionados são eliminados juntamente com distúrbios gástricos.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Amor Radical ou emoções baratas?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Radha e Krishna

Radha e Krishna

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Hoje em dia, está na moda ficar. Pessoas ficam. Por exemplo, ouvimos dizer que Fulano ficou com Sicrana. Demorei um pouco para entender o que era esse tal de ficar. Ainda bem que tenho um dicionário em casa: aprendi que ficar é “manter (com alguém) convívio de algumas horas, sem compromisso de estabilidade ou fidelidade amorosa”. Traduzindo: ficar é viver um relacionamento amoroso avulso. Emoções baratas (cheap thrills), diria Janis Joplin.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...