Yogaterapia para o tratamento de diabetes

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Cristiano em parshvabakasana, a postura lateral do corvo, na sala de Yoga do Ar+Zen. Foto por Raphaella Quintela

Cristiano em parshvabakasana, a postura lateral do corvo, na sala de Yoga do Ar+Zen. Foto por Raphaella Quintela

» por Dr. Luís Mário Duarte

Diabetes mellitus pertence a um grupo de desordens manifestado pela hiperglicemia, ou seja, taxas de glicose (açúcar) no sangue acima do normal. As causas da diabetes podem ser muitas, mas o defeito real para os pacientes é que não conseguem produzir insulina (hormônio produzido pelo pâncreas) nas quantidades necessárias para fazer frente à sua demanda metabólica. Esses pacientes estão propensos a determinadas complicações, relacionadas com a gravidade do déficit insulínico e com a dificuldade de se alcançar um bom controle da glicemia (taxa de açúcar no sangue). Com excelentes “efeitos” terapêuticos, o Hatha Yoga pode beneficiar enormemente o paciente com diabetes, tanto preventiva quanto terapeuticamente.

O sistema do Hatha Yoga está estruturado no polinômio asana, pranayama, bandha, kriya e mudra, que produz modificações excelentes no fluxo de energia do corpo, visando a otimização de sua produção, assimilação, uso, armazenamento, metabolização e excreção. Devemos lembrar que a glicose é um produto altamente energético produzido nos vegetais fotossintetizantes a partir de dióxido de carbono e água sob a incidência da luz solar. Ou seja, a glicose é portadora de energia solar em forma química para uso dos organismos biológicos. Ora, o Sol, segundo os yogis, é a grande fonte de prana no Universo. Dessa forma, quando ingerimos glicose estamos ingerindo indiretamente prana. Se existe erro no metabolismo da glicose, em verdade há erro na utilização do prana pelo organismo. Logo, as práticas do Hatha Yoga tendem a remover o defeito básico por trás da doença, por absoluta necessidade de que haja bom fluxo e aproveitamento de prana.


Há certos riscos de atividade física intensa para os diabéticos, de forma que o Hatha Yoga é um excelente sistema, já que não oferece os riscos da ginástica estuante e possui todos os seus benefícios.

Práticas de asanas (posturas) de torção, invertidas, de flexão posterior e anterior são as melhores para o tratamento. O bhastrika pranayama, o sukha purvaka pranayama e o surya bheda pranayama são as técnicas de respiração mais eficientes. Uma boa sugestão para o diabético é a ingestão de alimentos sólidos quando a narina direita estiver livre e de líquidos quando a esquerda estiver liberada. Relaxamento e meditação são determinantes para um bom resultado. O Yoga proporciona uma grande possibilidade de reeducação dos hábitos mentais e alimentares facilitadores da doença, favorecendo o doente em todos os aspectos. Se não for possível a cura, o controle da hiperglicemia torna-se muito mais fácil com menores doses de medicamentos, assim nos mostram anos de experiência em contato com praticantes seriamente acometidos dessa doença.


Dr. Luís Mário Duarte é médico psiquiatra e neurologista no Rio de Janeiro.

Texto extraído da edição de outubro de 2000 da revista O Atma, e digitado por Cristiano Bezerra em 6 de janeiro de 2002.

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Comentários

Yogaterapia para o tratamento de diabetes — 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.