Benefícios de garbha pindasana, a postura do embrião no útero, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Garbha pindasana, a postura do embrião no útero, em desenho por John Scott

Garbha pindasana, a postura do embrião no útero, em desenho por John Scott

» por Lino Miele

Garbha pindasana, a postura do embrião no útero, é especialmente benéfica para mulheres, pois fortalece o útero (garbha kosha) e o reto (guda nala).

Limpa e tonifica o fígado (yakrut) e o baço (pleeha).

Ativa os três primeiros chakras.

Diz-se que o balanço circular de nove voltas no sentido horário representa os nove meses de gestação humana.

Diz-se também que esse asana prepara o feto para um posicionamento correto no momento do parto.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Benefícios de marichyasana, a postura de Marichi, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Marichyasana A, em desenho por John Scott

Marichyasana A, em desenho por John Scott

» por Lino Miele

É possível aliviar e prevenir parinaama schoola (úlceras, tanto do estômago como do duodeno), provenientes de hábitos alimentares irregulares e de tensão mental, por meio desses asanas.

Digestão inadequada e ineficiente, causadora de prisão de ventre (malabaddata) e de flatulência, está relacionada a uma disfunção de samana vayu e apana vayu.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Benefícios de ardha baddha padmottanasana, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ardha baddha padmottanasana, em desenho por John Scott

Ardha baddha padmottanasana, em desenho por John Scott


» por Lino Miele

Este asana, ardha baddha padmottanasana (postura de alongamento do meio lótus enlaçado), visa à limpeza do fígado e do baço, respectivamente.

O calcanhar pressiona o umbigo, auxiliando a purgação e tonificação dos órgãos digestivos por meio do estímulo do fogo digestivo (agni).

O chakra responsável por esse processo situa-se a 4 polegadas abaixo do umbigo (svadhisthana chakra).

Gases intestinais aprisionados são eliminados juntamente com distúrbios gástricos.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...