Orientações aos iniciantes na prática do Hatha Yoga

Aula de Yoga em casa. Aluna Raquel em sarvangasana, a postura invertida sobre os ombros. Foto por Cristiano Bezerra.

Aula de Yoga em casa. Aluna Raquel em sarvangasana, a postura invertida sobre os ombros. Foto por Cristiano Bezerra.

» por Milton Cunha (1919-2000)

As técnicas de respiração, relaxamento e meditação constituem a base da prática do Hatha Yoga. Dessa forma, não devemos confundir o Hatha Yoga com o contorcionismo das ginásticas que exigem do corpo o máximo de flexibilidade. Na realidade, a milenar ciência indiana é muito mais a interação corpo-mente do que um simples exercício físico. Essa visão holística nos conduz a uma reeducação integral, o caminho do autodomínio que nos leva a uma transformação interior.

Yoga não é religião, apesar de fortemente impregnada de Hinduísmo. Sua prática vitaliza a vida religiosa, qualquer que seja o seu credo. Não é difícil, não cansa, não desperdiça energias, podendo ser praticada por pessoas de ambos os sexos em qualquer idade, tornando-se acessível aos idosos e enfermos. Também não é uma ginástica. Suas posições ou posturas são representações simbólicas, expressando uma maneira de estar para atingir um modo de ser, orientando a circulação de energias em todo o corpo.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

A Páscoa na visão do Vedanta

Jesus de Nazaré (4 a.C. – 33 d.C.), o Cristo

Jesus de Nazaré (4 a.C. – 33 d.C.), o Cristo

» por Andrês De Nuccio, do Instituto Ísvara, de Campinas (SP)

Vedanta é uma tradição que vem preservando e transmitindo, de geração a geração, o conhecimento da real natureza daquela parte de nosso ser que chamamos de Eu.

Num sentido amplo, Vedanta é todo ensinamento que leve o estudante a uma apreciação correta de sua própria natureza.

A nossa cultura nos transmitiu conceitos a respeito do que somos, através de nossos pais, professores e adultos significativos na infância, e através da televisão, jornais, e demais mídias formadoras de opinião na vida adulta.

Ao longo da nossa vida, fomos construindo respostas para a pergunta básica e fundamental: “quem sou eu?”. E essas respostas nos levam a viver do modo como estamos vivendo.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...