Deus investe em você

Compartilhe esse conteúdo por meio do

A parábola dos talentos

A parábola dos talentos


» por Professor Hermógenes (1921-2015) (1)

Sabemos que investimento é a aplicação de recursos visando a uma renda. Só se investe quando se confia que se obterá lucro.

Escolhe-se um investimento investigando três condições:

a) rentabilidade;
b) segurança;
c) liquidez.

Não há exagero em dizer que “Deus investe em você”.

Veja MAIS »

  1. Texto extraído das páginas 13 a 18 da edição, de 1985, do livro Deus investe em você, do Professor Hermógenes (1921-2015), e digitado por Cristiano Bezerra em 18 de setembro de 2001. Visite o site do Instituto Hermógenes em hermogenesyoga.com.br []
Compartilhe esse conteúdo por meio do

Descondicione-se!

Compartilhe esse conteúdo por meio do

Flor de lótus

Flor de lótus

» por Professor Hermógenes (1921-2015)

Foi um daqueles que se afastaram sem se despedir. Conseguira compensadoras melhoras imediatas. Teve a “melhora inicial” a que me referi(1). Apesar de responsável por uma grande clientela, não obstante seus conhecimentos científicos, não conseguia tratar de si mesmo. Precisou do Yoga e o Yoga o atendeu. Como se fora sem dizer as razões, aceitei a hipótese de que se afastara exatamente porque melhorara, o que, inconscientemente, ele teria desejado que não acontecesse.

Hipótese errada. Seu afastamento não fora causado por isso, mas sim por outro motivo não menos imaturo. Recentemente, vim a saber.

Veja MAIS »

  1. Na página 73 da 35ª edição, de 2001, do livro Yoga para Nervosos []
Compartilhe esse conteúdo por meio do

O que é Yoga? por Pedro Kupfer

Compartilhe esse conteúdo por meio do

Cristiano Bezerra em padmasana, a postura da flor de lótus, em 2013. Foto por Cristiane Brito.

Cristiano Bezerra em padmasana, a postura da flor de lótus, em 2013. Foto por Cristiane Brito.

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Muito se fala a respeito do Yoga. Muitas definições foram dadas, mas sempre temos a sensação de que alguma coisa fica faltando; de que ele se recusa a ficar aprisionado numa definição. Porque essas quatro letras juntas significam muitas coisas. E o Yoga acaba sendo sempre mais do que as palavras podem dizer.

O Yoga é uma visão peculiar sobre o ser humano e seu papel na ordem das coisas, bem como um caminho de autoanálise que pode ser colocado em prática, prescindindo de qualquer teoria ou crença. Um caminho que conduz o homem a compreender verdadeiramente a si mesmo.

Todo mundo já ouviu dizer que Yoga significa união em sânscrito, mas Yoga igualmente significa trabalho, aplicação. Ou seja, Yoga seria o meio e o fim ao mesmo tempo. Jaideva Singh, no comentário do Vijñanabhairava (p. XIII), um antigo texto tântrico, afirma:

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo por meio do