Yoga ou bhoga?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Professor Hermógenes (1921-2015)

Mestre Yoda, personagem fictício no universo de Star Wars, criado por George Lucas

Mestre Yoda, personagem fictício no universo de Star Wars, criado por George Lucas

Os Mestres insistiram em ensinar que, se pretendemos alcançar o Divino em nós, é-nos recomendado exercer um afiado, constante, profundo e claro discernimento, para defender-nos de ilusões, fantasias, equívocos e engôdos. Só assim podemos evitar iludir-nos e, se já estivermos iludidos, desiludir-nos em relação ao mundo impermanente e, portanto, ilusório e decepcionante. Somente após desiludidos quanto à impossível perenidade de tudo, pois tudo é transitório, chegaremos à mais libertadora e iluminadora conquista, que é desapegar-nos das coisas do mundo, sem o que não podemos começar a caminhada rumo à única realidade perene: Deus.

O “filho pródigo”, quando ainda seduzido e arrastado pelas atrações do mundo, não tem como entregar-se ao Yoga ensinado pelos Sábios e pelas escrituras. Ele ainda está se distanciando do Pai por preferir os dourados atavios da ilusão. Um “filho pródigo” assim, ainda encantado com as promessas e delícias mundanas, não quer saber da austeridade do Yoga ensinado pelas sagradas escrituras e pelos Mestres.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Curso Instantâneo (e gratuito!) de Formação e receita infalível para ficar rico ensinando Yoga

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Sadhu, asceta yogin que renunciou à vida em sociedade

Sadhu, asceta yogin que renunciou à vida em sociedade

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Não quero ser repetitivo com os temas que escolho para escrever no site yoga.pro.br (1), mas as atuais circunstâncias nos mostram que alguns assuntos estão longe de se esgotar. Um deles é o tratamento patife e caricato que o Yoga está recebendo nos meios de comunicação. Do jeito que as coisas estão sendo apresentadas, esse sofisticado sistema de filosofia está ficando muito parecido com um cachorro vira-lata (com todo respeito pelos simpáticos quadrúpedes).

Para evitar que as coisas piorem, achei que seria uma boa ideia estipular um padrão mínimo de ensino para que essa tradição milenar não se perca. Dessa forma, e inspirado pelos cursos de nivelamento oferecidos pelos CREFs, criei um Curso Instantâneo de Formação. Igualmente, juntei a ele uma série de dicas importantes que podem ser aplicadas por aqueles que aspiram a ficar ricos ensinando Yoga, sem abrir mão da profundidade filosófica dos ensinamentos (tá bom, só um pouquinho!).

Veja MAIS »

  1. Esse artigo foi originalmente publicado em 25 de novembro de 2003 em yoga.pro.br []
Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O que é Yoga? por Pedro Kupfer

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Cristiano Bezerra em padmasana, a postura da flor de lótus, em 2013. Foto por Cristiane Brito.

Cristiano Bezerra em padmasana, a postura da flor de lótus, em 2013. Foto por Cristiane Brito.

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Muito se fala a respeito do Yoga. Muitas definições foram dadas, mas sempre temos a sensação de que alguma coisa fica faltando; de que ele se recusa a ficar aprisionado numa definição. Porque essas quatro letras juntas significam muitas coisas. E o Yoga acaba sendo sempre mais do que as palavras podem dizer.

O Yoga é uma visão peculiar sobre o ser humano e seu papel na ordem das coisas, bem como um caminho de autoanálise que pode ser colocado em prática, prescindindo de qualquer teoria ou crença. Um caminho que conduz o homem a compreender verdadeiramente a si mesmo.

Todo mundo já ouviu dizer que Yoga significa união em sânscrito, mas Yoga igualmente significa trabalho, aplicação. Ou seja, Yoga seria o meio e o fim ao mesmo tempo. Jaideva Singh, no comentário do Vijñanabhairava (p. XIII), um antigo texto tântrico, afirma:

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O que é Yoga? por Rosana Biondillo

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Aluna Raquel em sua aula de Yoga em casa em maio de 2017. Foto por Cristiano Bezerra.

Aluna Raquel em sua aula de Yoga em casa em maio de 2017. Foto por Cristiano Bezerra.


» por Rosana Biondillo

Aparentemente, não há mistérios quanto ao significado mais difundido da palavra sânscrita Yoga, ou seja, união de todas as dualidades da existência. Mas quando tenta-se chegar a uma interpretação mais abrangente sobre os conteúdos das práticas de Yoga, tudo se torna mais árido e sutil.

Isso acontece porque ainda, em pleno século vinte e um, costuma-se pensar que o Yoga é uma religião; outros afirmam que é uma ciência; muitos documentam que é uma filosofia; há ainda outros tantos que o consideram uma psicologia, uma terapia, uma fisiologia, uma dança, uma atividade física

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...