Amor Radical ou emoções baratas?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Radha e Krishna

Radha e Krishna


» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Hoje em dia, está na moda ficar. Pessoas ficam. Por exemplo, ouvimos dizer que Fulano ficou com Sicrana. Demorei um pouco para entender o que era esse tal de ficar. Ainda bem que tenho um dicionário em casa: aprendi que ficar é “manter (com alguém) convívio de algumas horas, sem compromisso de estabilidade ou fidelidade amorosa”. Traduzindo: ficar é viver um relacionamento amoroso avulso. Emoções baratas (cheap thrills), diria Janis Joplin.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ideias para uma relação entre o Yoga e o Ciclismo

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Goura Nataraj (Jorge Brand) (1979-)

Goura Nataraj (Jorge Brand) em sua bicicleta

Goura Nataraj (Jorge Brand) em sua bicicleta

Não há dificuldade em percebermos que nossa sociedade moderna volta-se cada vez mais a um ideal oriental de paz e disposição para com a vida. O número de escolas de Yoga, de ashrams, de autores, professores e de estudos sérios sobre o assunto também aumenta e tende a crescer. Claro que falamos aqui em termos gerais, relativos, pois o mundo ocidental também vê crescer em si, ou melhor, re-crescer em si, ideais de alienação, separatismo, ódio e preconceito. Que outra oposição mais díspar e precisa poderíamos fazer, ao lembrarmos da figura de Gandhi, com sua tremenda força espiritual, que abnegava o uso da violência, e o atual “senhor-da-guerra”, Sr. Bush, que afirma trazer a luz da civilização para o lado escuro da humanidade, utilizando para isso a defesa de uma ideologia da violência aliada a uma propaganda de um falso dever moral?

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Castigos e prêmios

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

A roda do Samsara, simbolizando a inevitável alternância dos opostos da existência

A roda do Samsara, simbolizando a inevitável alternância dos opostos da existência


» por Professor Hermógenes (1921-2015)

É próprio do ser humano considerado social e psicologicamente “normal” agir em proveito próprio, no interesse do “eu” e dos “meus”. Há sempre nele uma indagação engatilhada – “quanto é que eu levo nisso?”.

Motivação é o termo técnico com que os psicólogos nomeiam “um conjunto de fatores, intrínsecos e extrínsecos (instintos, necessidades, impulsos, apetências, homeostase, libido e outras variáveis intervenientes) que determina a atividade persistente e dirigida para uma finalidade ou recompensa. Entre o fator variável e a finalidade (ou recompensa) situa-se o comportamento que a ela conduz…“.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Quero felicidade total! Gloria Arieira e a visão de Vedanta

Compartilhe esse conteúdo com alguém...


Quero felicidade total! Vídeo n° 1 de Gloria Arieira, do Vidya Mandir, no canal Viva Melhor no YouTube

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...