Asaneiras do Instagram

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Asaneira do Instagram

Asaneira do Instagram


» por Humberto Meneguin, do blog Yoga em Voga

Não há nada de errado em se deixar fotografar ou fotografar-se quando se está executando uma postura de Yoga. No entanto, quando as imagens são exageradamente exibidas via Instagram ou noutras redes sociais de uma forma incontrolável, a prática de um asana, até que bem feito, acaba por ceder lugar a uma vaidade incontrolada de quem a isso se propõe. Vaidade à parte, o que realmente pretendem as “asaneiras do Instagram”?

Aparecer. Sim, esse é o principal motivo de alguém que diariamente “posta” fotos suas em asanas nas redes sociais e que comumente são seguidas por amigos ou pessoas completamente desconhecidas que adotam o Instagram como um meio de comunicação social.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Bicicletas, ahimsa e a cultura do automóvel

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ciclista em Mumbai
» por Goura Nataraj das (Jorge Brand)

Uma das mais importantes qualidades de um brahmana, de um yogi, é a capacidade de reconhecer em tudo o que existe, nas mais diversas e distintas manifestações de existência, a unidade de Brahman, o princípio único que subjaz em todos os fenômenos.

Esse olhar singular, este re-conhecimento místico, aparece na Bhagavad Gita sob o termo sama-darshinah – visão equânime. O yogi possui uma visão de igualdade. Na diversidade quase infinita do mundo material, ele vê sempre Brahman, a divindade, a consciência suprema, por trás das formas sempre diferentes, sempre mutantes dos fenômenos.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O Yoga e o Ser

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Om
» por Tales Nunes

O Yoga, esse complexo e profundo mapa do ser humano, dá-nos diversos indicativos de como chegarmos à nossa essência, ao Ser. De acordo com os Vedas, o Ser permeia tudo, é criador e criatura ao mesmo tempo. Em nós, indicam os Vedas, esse Ser, ou essa essência universal, reside no coração: “Dentro do coração, em uma pequena cavidade, repousa o Universo.” (Mahanarayana Upanishad).

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...