A história do Yoga

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Selo com um yogin em siddhasana cercado de animais

Selo com um yogin em siddhasana cercado de animais

» por Maurício Wolff

Curioso por natureza e cético por experiência, o praticante de Yoga deve ter se perguntado, em algum momento dos seus estudos, qual é a idade do Yoga e da prática escolhida.

Para essa pergunta, como para quase todas, existem várias possíveis respostas. A primeira e mais óbvia é procurar as origens históricas da linhagem, método ou Yoga em si. E aí começa a aventura.

A tradição na Índia faz com que o estudante reconheça a origem do seu conhecimento adquirido no seu professor, quer ele mantenha os ensinamentos exatamente como aprendeu ou tenha desenvolvido o que foi aprendido.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Introdução ao Yoga Sutra

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Patañjali

Patañjali


» por Mauricio Wolff

Historicamente, a base de todas as diversas abordagens de Yoga é o Yoga Sutra, que representa o resumo de muitas gerações de cultura yogika. Patañjali não criou o Yoga, mas limitou-se a sintetizar o conhecimento védico. Essa obra foi composta entre os séculos II a.C. e IV d.C.

Segundo Krishnamacharya, todos os conceitos do Yoga Sutra podem ser encontrados separadamente nos Vedas, nas Upanishads, no Samkhya Karika e em outros shastras.

Essa obra, desenvolvida posteriormente por numerosos comentários, forma o texto base do Yoga como Darshana, isto é, um dos seis pontos de vista indianos sobre a Realidade última e os modos de aproximar-se dessa Realidade.

São ao todo 195 aforismos (sutras) que integram quatro livros:

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Yoga Ltda. ou Yoga Livre?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Caro(a) amigo(a) do Yoga,

Arjuna e KrishnaVocê está recebendo um manifesto em andamento1, um convite a refletir sobre a atual situação do Yoga, elaborado por iniciativa de Pedro Kupfer, Karin Heuser, Maurí­cio Wolff, Camila Reitz, Markus J. Weininger e outros estudiosos e amigos do Yoga. O manifesto completo pode ser lido abaixo e está sujeito a modificações, atualizações e alterações.

Sinopse

Um grupo de “profissionais de Yoga” levou ao Congresso Nacional um projeto de lei que regulamenta a profissão de Yoga, clamando ser esse o anseio da totalidade dos professores, instrutores, praticantes e simpatizantes do Yoga no Brasil. Com a regulamentação, seriam criados Conselhos Regionais de Yoga para fiscalizar, controlar e extorquir dinheiro da comunidade de professores.

Disputas de poder e econômicas à parte (a real força motriz que está por trás desse movimento), a questão que levantamos é que, além de causar uma burocratização desnecessária, absurda e sem sentido, esse projeto infeliz vai acabar trazendo consequências nefastas para o Yoga que se pratica aqui no Brasil.

Veja MAIS »

  1. Originalmente publicado em maio de 2002. []
Compartilhe esse conteúdo com alguém...