Anatomia para o Yoga » Curso Intensivo com Cláudio Fernandez em Fortaleza

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Curso Intensivo em Fortaleza com Cláudio Fernandez, do Rio de Janeiro

18, 19 e 20 de março de 2011, sexta, sábado e domingo, no Flor de Lótus Yoga & Ayurveda

Aula de Anatomia para o Yoga com Cláudio Fernandez em Campinas (SP), outubro de 2010
O Ocidente desenvolveu uma visão do homem, a partir de análises das partes que compõem o seu corpo denso (sthula sharira), a qual chamamos de Anatomia. A partir dessa visão, começou-se a pesquisar o funcionamento fisiológico e biomecânico do corpo humano, dividido em sistemas e músculos especí­ficos.

A Anatomia tem evoluí­do desde os primeiros trabalhos de Vesalius e, durante o século XX, com a confrontação dos dois grandes sistemas médicos, o indiano e o chinês, começou a desenvolver uma visão mais integral e holí­stica, entendendo que o corpo denso é parte de um todo, energético, emocional e mental, e que esse todo interage criando o ser humano completo.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Taittiriya Upanishad

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Intensivo de Vedanta na Serra de Baturité (CE) com Gloria Arieira, do Rio de Janeiro

13, 14 e 15 de novembro de 2009, sexta, sábado e domingo.

O discurso de um sábio sobre a vida e a liberação.

A Taittiriya Upanishad é um texto encontrado no final dos Vedas, os textos sagrados da Índia, com a mesma idade deles, que considera-se ter mais de 9.000 anos. Todos os Vedas contêm um conhecimento declarado como tendo origem no próprio Criador e que vem até hoje numa sequência de mestre-discí­pulo sem cortes.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ujjayi pranayama

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Pedro Kupfer
yogi tibetano
Ujjayi significa vitorioso. Deriva da raiz ujji, conquistar. Embora seja descrita aqui como uma técnica especí­fica de pranayama, esse tipo de respiração acontece espontaneamente em estados de concentração intensa e meditação profunda.

A técnica é muito simples. Sente-se em qualquer posição de meditação, com as costas eretas, porém descontraí­das. Coloque as mãos em jñana mudra e, com os olhos fechados, comece a fazer a respiração completa, contraindo levemente a glote e fazendo com que o ar flua com uma certa pressão. Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...