Exercícios respiratórios básicos

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Cristiano Bezerra respirando em vajrasana, a postura do diamante, na sala de Yoga do Ar+Zen. Foto por Cristiane Brito.

Cristiano Bezerra respirando em vajrasana, a postura do diamante, na sala de Yoga do Ar+Zen. Foto por Cristiane Brito.

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

As técnicas descritas a seguir servirão como treinamento básico para dominar e ampliar a mecânica da respiração. Poderão fazer-se independentemente umas das outras ou obedecendo à sequência sugerida. Todas elas podem ser aplicadas durante a prática dos asanas, o que irá potencializar os seus efeitos. Siga cuidadosamente estas instruções e consulte o seu instrutor caso tenha dúvidas a respeito.

1 – Adhama pranana, a respiração abdominal

A primeira etapa na prática de pranayama é disciplinar a respiração baixa ou abdominal. Pode ser feita deitado em decúbito dorsal ou sentado com as costas eretas. Procure fazê-la enquanto vamos descrevendo.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Benefícios de ardha baddha padma paschimottanasana, segundo Lino Miele

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ardha baddha padma paschimottanasana, em desenho por John Scott

Ardha baddha padma paschimottanasana, em desenho por John Scott

» por Lino Miele

Este asana, ardha baddha padma paschimottanasana, a flexão do meio lótus entrelaçado, produz efeito poderoso sobre o fígado (yakrut) e o baço (pleeha), ambos órgãos que exercem seu papel nos processos digestivos do corpo.

O fígado controla a digestão das gorduras e contribui para o controle do metabolismo, ao passo que o baço produz os glóbulos brancos necessários para a resistência às enfermidades, ajudando a purificar o sangue.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Modos e meios

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Arjuna ajoelhado diante de Krishna» por José Hermógenes (1921-)

O yogi, dessa maneira, com a mente controlada, une-se ao Atman
e obtém a paz que culmina em
Nirvana, a paz que existe em Mim.
Bhagavad Gita, VI:15


Há modos diferentes para se vencer as distâncias na estrada para Deus.

Se o que nos afasta de Deus e nos vincula ao mundo é nosso imperfeito amar ou nossa incapacidade para o verdadeiro amor, nosso caminhar deve primordialmente ser um aperfeiçoamento nosso para a universalização e purificação do amor.

Na medida em que aprendermos a perder nosso eu na delí­cia de um amor cósmico e imaculado, estamos sendo libertados, curados e salvos pelo amor. E isso se chama Bhakti Yoga.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Tapas, a austera disciplina

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

José Hermógenes em vrischikasana nos anos 1960» por José Hermógenes (1921-)

Entrai pela porta estreita;
porque larga é a porta e espaçosa a estrada que conduz à destruição,
e muitos são os que entram por ela;
ao passo que é estreita a porta e apertada a estrada que conduz à Vida,
e poucos são os que a acham.

Mateus, 7:13-14


Se o caminhante tem as pernas frágeis para tão longo e duro caminho, deve fortalecê-las antes de começar a andar.

Quanto os Mestres aconselham – pratiquem tapas – estão querendo salvar os caminhantes de uma provável derrota.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...