A Saudação ao Sol

Compartilhe esse conteúdo por meio do

» por Karin Heuser Wolff (1)

Karin Heuser Wolff fazendo o Surya Namaskar A

Karin Heuser Wolff fazendo o Surya Namaskar A

Há milhares de anos, na antiga tradição cultural indiana, essa atividade cumpria dupla finalidade: como religião, adorar o Deus Sol (Surya), e, como exercício, para tornar o corpo flexível, ágil, acordar a energia interna e despertar a energia espiritual da kundalini.

O Surya Namaskar (Saudação ao Sol) é uma sequência de flexões e extensões. Inicia-se memorizando os asanas e depois sincronizando com as inspirações e exalações. Quando se eleva a cabeça, os braços ou tronco, inspira-se, e quando baixamos o tronco, os braços ou a cabeça, exala-se.

Veja MAIS »

  1. Visite o site da professora Karin Heuser Wolff em karinyogatips.com []
Compartilhe esse conteúdo por meio do

Surya namaskar, a saudação ao Sol

Compartilhe esse conteúdo por meio do

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br (1)

Pedro Kupfer fazendo o Surya namaskar A

Pedro Kupfer fazendo o Surya namaskar A

Diz-se que a série de exercí­cios da saudação ao Sol, chamada Surya namaskar, em sânscrito, remontaria à pré-história, quando o homem reverenciava Savitri, o deus-Sol, mas temos evidências de que as práticas de asanas são muito mais novas do que se imaginava algumas décadas atrás.

Mas isso não importa, pois a pré-história pode ser evocada agora, e você pode resgatar a intensidade que os pensamentos, intuições ou sentimentos tinham antes de existir a linguagem, as convenções sociais, as expectativas, a pressão, o estresse e as instituições que acabam com a liberdade do homem de hoje.

Veja MAIS »

  1. Texto e ilustrações extraídos das páginas 83 a 88 da 3a edição, de fevereiro de 2001, do livro Yoga Prático, de Pedro Kupfer (1966-). Visite o site do Pedro em yoga.pro.br []
Compartilhe esse conteúdo por meio do

Suapralascar: a Saudação ao Sol nordestina

Compartilhe esse conteúdo por meio do

Ashtangi nordestino, em desenho de Maurício Salém

Ashtangi nordestino, em desenho de Maurício Salém

» por Tales Nunes, do Vida de Yoga (1)

Suapralascar do As-tanga Virilhasa Yoga(2): módi que o cabra sua até a alma!

As-tanga Virilhasa, módi que tem uns cabra lá na Índia que usa aquelas tanga de pano, que parece fraldão, pra praticá, aquele pano relando nas virilha. Pense numa assadura!

Veja MAIS »

  1. Artigo originalmente publicado em 13 de abril de 2006 em yoga.pro.br. Visite o site Vida de Yoga, do Prof. Tales Nunes, em vidadeyoga.com.br []
  2. Versão nordestina da Saudação ao Sol do Ashtanga Vinyasa Yoga. []
Compartilhe esse conteúdo por meio do

Paschimottanasana nordestino

Compartilhe esse conteúdo por meio do

Paschimottanasana nordestino, desenho de Maurício Salém

Paschimottanasana nordestino, desenho de Maurício Salém

» por Tales Nunes, do Vida de Yoga (1)

1 – Sentado, com os cambito estirado pra frente, arregaça as banda das nádega pros lado, pregando os ossinho dos quarto no chão.

2 – Puxando o ar pelas venta, estira a espinha pra riba, os ombro vão pra baixo, diminuindo as cava das saboneteira.

3 – Soltando o ar pelas venta, desce a espinha estirada pra frente, segura com os dedo fura bolo e maior de todos o dedão do pé.

4 – Puxando o ar pelas venta, como se um cabra te puxasse pra riba com uma corda pela molêra, sinta a espinha estirar.

Veja MAIS »

  1. Artigo originalmente publicado em 6 de outubro de 2005 em yoga.pro.br, com ilustração foi feita pelo yogi Maurício Salem. Visite o site Vida de Yoga, do Prof. Tales Nunes, em vidadeyoga.com.br []
Compartilhe esse conteúdo por meio do