O que é vinyasa krama?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Karin Heuser Wolff

Em todos os aspectos da prática do Yoga, é bom manter uma filosofia em mente: vinyasa krama. Nyasa significa colocar, dirigir, e, o prefixo vi, de uma forma especial; krama significa passo. Vinyasa krama se refere à forma com a qual abordamos a prática mental e fisicamente. Não basta apenas dar um passo. Esse passo precisa nos levar para a direção correta e precisa ser dado da maneira correta.

Vinyasa krama descreve um método de Yoga corretamente organizado. Nós observamos como progredimos, gradualmente, com total atenção, passo a passo. A idéia de dirigir a nossa atenção cuidadosamente nos ajuda a permanecer presentes e focalizados. Então, vinyasa não se refere somente ao movimento fí­sico da prática, mas à atitude com a qual nós abordamos a prática. Independentemente se a prática é de asana, pranayama ou outro aspecto do Yoga.

Um yogi famoso da antiguidade, chamado Vamana, disse que sem vinyasa os asanas do Yoga não podem ser dominados. O conceito de vinyasa krama é útil não somente para a prática de asanas, mas para organizar vários aspectos da nossa vida diária.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Sakshi (consciência testemunha e auto-observação)

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Karin Heuser WolffFlor de Lótus

Sakshi é o contato constante com o nosso eu profundo, em qualquer experiência da vida, é permanecer nas atividades da vida sem perder esse contato, é fazer tudo o que se tem para fazer, com auto-observação constante e ininterrupta, é manter a consciência daquilo que é essência, sem envolvimento ou identificação com experiências, sejam elas positivas ou não.

Mantemos o contato com aquela parte de nós que não muda, que não sofre ou se exalta, como espectador dessas experiências, mas com distanciamento.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

A inteligência do corpo

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Karin Heuser Wolff
Cathia Karin Heuser em hanumanasana - foto por Camila Reitz
Somos uma composição física, energética, emocional e mental que está em constante interação – uma influenciando a outra – em um jogo que pode tornar-se consciente. Tudo o que vivenciamos ao longo das nossas vidas faz com que estejamos assim como estamos agora. Portanto, somos o somatório das nossas experiências até o presente momento, e este é o momento de mudar.

As técnicas corporais do Yoga, os asanas, tornam esse somatório de experiências cada vez mais consciente, e através disso podemos mudar a nossa programação corporal, aperfeiçoar e desenvolver um estado de auto-observação constante e de como podemos interagir melhor com o meio, com o que nos cerca.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Ujjayi pranayama, segundo Karin Wolff

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

yogi tibetanopor Cathia Karin Heuser

Ujjayi significa extensão vitoriosa ou alongar a respiração. Essa respiração produz um som que inicialmente acontece de uma forma um pouco exagerada, pois a contração aperta a área da glote, na garganta, tornando a respiração muito barulhenta, mas, em seguida, com a prática, vai se descobrindo uma forma mais natural e suave de fazê-la, contraindo suavemente a garganta para cima e para trás. A sensação que dá é de que o ar entra pela garganta.

Um som suave e consistente ajuda a adquirir um fluxo consistente na respiração e também traz calor ao corpo, por causa da fricção que acontece.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...