A felicidade é minha natureza essencial

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Entrevista com Gloria Arieira

Gloria ArieiraComo ser feliz em um mundo complicado como o nosso? A professora carioca Gloria Arieira, 47 anos1, encontrou um caminho. Estudou na Índia por muitos anos e encontrou respostas para sua busca pessoal. Ela nos conta um pouco de sua história.

O Atma – Quando começou seu interesse pela filosofia hindu?

Num momento de busca pessoal. Procurava nos livros e em palestras um caminho. Foi quando, em 19732, conheci o Swami Chinmayananda. Veja MAIS »

  1. Em outubro de 2000, pois nascera em 2 de julho de 1953 (Nota do Editor). []
  2. Aos 20 anos de idade (Nota do Editor). []
Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Saúde na Terceira Idade

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Entrevista com o Professor Hermógenes

Aos 35 anos de idade, em 1956, José Hermógenes de Andrade Filho se sentia um velho. 40 anos depois, em 1996, aos 75 anos de idade, o professor Hermógenes – como passou a ser conhecido ao publicar seus primeiros livros sobre as técnicas e a filosofia do Hatha Yoga, na década de 1960 – considerava-se no auge da vida, e continuava disposto a ensinar o caminho das pedras do equilíbrio fí­sico e espiritual para quem achava que já o conhecia: os idosos. Em Saúde na Terceira Idade¸ editado e publicado em 1996 pela editora Nova Era, o escritor mostra que o segredo de uma vida plena, mesmo em idade avançada, está no cultivo de hábitos saudáveis como exercícios, meditações e orações, e apresenta técnicas simples de massagem, relaxamento e alimentação, demolindo a ideia de que a vida vai acabando com a passagem dos anos.

A rotina do professor Hermógenes em 1996 demonstrava a eficácia de seus ensinamentos. Seu dia começava às 4h com períodos de automassagem, meditações e orações. Depois do café da manhã, caminhava tranquilamente pelas ruas da Urca antes do encontro diário com o computador, onde estava preparando mais um livro. Durante a tarde, novas caminhadas e orações, jantar e estudos à noite. Tudo sem pressa e com absoluto desprezo por qualquer tipo de modismo. “Quem se deixa contagiar pela normose está perdido”, diz, referindo-se aos maus hábitos cristalizados como normais pela sociedade, como o consumismo e a corrupção.
Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O Sidarta de Hesse

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

capa do livro Sidarta, de Hermann Hesse» por João Tadeu de Andrade

A vida virtuosa de Siddhartha Gautama, alguns séculos antes da era cristã, moveu corações e mentes, causando, entre outras coisas, o surgimento de uma reconhecida religião mundial, o Buddhismo. Na cidade de Varanasi, na Índia, tida como uma das mais antigas de que se tem notícia, encontra-se o lugar onde, após a iluminação, o Senhor Buddha proferiu seu primeiro sermão. Foi em Sarnat, originalmente um bosque, hoje abrigando um parque, e onde se acham alguns monumentos em memória desse sagrado acontecimento. Ao visitar esse lugar, experimentei uma serenidade amorosa e aconchegante.

Em um templo de Sarnat, a vida do príncipe Siddhartha é retratada em afrescos e imagens pictóricas, ilustrando os principais momentos de sua peregrinação terrena. Ao fundo do templo, uma estátua do iluminado, na posição meditativa, exala uma fragrância de beatitude e paz. O silêncio recomendado ao ambiente sela o sentimento de admiração por um percurso que vai da vida exuberante do principado à condição de desapego do renunciante à procura da libertação.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Entrevista com Gloria Arieira no eYoga.com.br

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Conheça a história da estudiosa, os segredos de sua viagem à Índia e o amor pelo que é védico.

Gloria Arieira e Marie Furlanetti em Teresópolis (RJ) » julho de 2008» por Thays Biasetti

Uma das mais respeitadas estudiosas dos Vedas e tradutora de sânscrito no Brasil, Gloria Arieira largou sua vida no país para viver quatro anos na Índia e estudar com Svami Dayananda, seu mestre. Desde seu retorno, dedica-se a promover o Vedanta e o sânscrito no Brasil e na Argentina, além do trabalho de tradução para o português de textos em sânscrito. Confira o bate-papo com a estudiosa sobre sua vida, a viagem à Índia e a paixão pela cultura védica.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...