Krishna Das sonha música e liberdade…

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

… e faz canções que lhe trazem esse sabor, com simplicidade, fugindo do rótulo de pop-star.

Krishna Das» por Fernanda Sciacio

Ram Sri, Ram de Jaya, Ram de Jaya Jaya – Krishna Das canta “a Ram Sri, a Ram de Jaya, a Ram de Jaya Jaya” – os participantes repetem, ecoando. No estúdio de Yoga de Piedmont (EUA), Krishna Das – cujo nome foi dado por Maharaj-ji e significa “o empregado de Deus” – fecha os olhos e concentra-se por um momento. É o ritual que precede shows ou workshops por ele “ministrados”. Depois disso, dirige-se ao espaço destinado ao kirtan (ou canto) e posiciona-se com os percussionistas.

O formato de seu kirtan é de “chamada e resposta”, explica Krishna Das, sendo que ele canta uma linha do mantra e o grupo ecoa-a. A finalidade de repetir as palavras em sânscrito? Simples: a fusão com o divino.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O templo do Yoga

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Pedro Kupfer
Templo hindu em Nova Délhi
O Yoga é como um templo: uma belíssima construção feita dos mais nobres materiais. Esse templo é o produto da contribuição de inúmeras gerações de sábios e yogis, que deram o melhor de si mesmos para essa obra. É o resultado de visões e revelações dos mestres ancestrais sobre o sentido da existência e como realizar nesta vida as mais altas aspirações humanas. Esse templo recebeu o fruto de milhares de praticantes silenciosos que o enriqueceram com suas dádivas. Apesar das inúmeras mãos, conhecidas e anônimas, que levantaram o prédio ao longo das gerações, é visível uma perfeita unidade na estrutura, já que o objetivo final do Yoga sempre foi a prioridade de todos esses artífices.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...