Uma outra maneira de ver os chakras

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Chakras em um yogi

Chakras em um yogi

» por Tales Nunes

Sempre ouvimos que os chakras deveriam ser visualizados ou sentidos. Como não conseguimos vê-los ou senti-los em toda a complexidade que é apresentada pelo Tantra, propomos interpretá-los de uma maneira diferente. Sugerimos, neste artigo, apenas pensarmos sobre os chakras.

Acreditamos que o caminho à iluminação proposto pela prática tântrica pode ser pensada como uma simbologia da nossa própria trajetória de vida e da nossa busca pessoal pela espiritualidade, ou melhor, pela liberação.

De acordo com o Vedanta, independentemente de etnia, nacionalidade ou crença, são quatro as buscas dos seres humanos: artha (segurança), kama (prazer), dharma (o correto agir) e moksha (a libertação).

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Sadhana e liberdade

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Goura Nataraj com um elefante na Índia

Goura Nataraj com um elefante na Índia

» por Goura Nataraj (Jorge Brand) (1979-)

Para Epictetus, importante filósofo estoico do período romano, a verdadeira liberdade consiste em considerar as coisas como realmente são, e não como somos acostumados a senti-las, sempre sobre a influência de condicionamentos que, nem sempre, o que vale dizer, quase nunca, nos representam o quadro fidedigno do mundo em que vivemos.

Existem coisas que estão sobre o nosso controle, tais como concepções, escolhas, desejos e aversões, e coisas que não estão, as quais são, para o filósofo, nosso próprio corpo, propriedades, reputação e atividades.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

O que é pranayama?

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Um yogi praticando nadi sodhana pranayama

Um yogi praticando nadi sodhana pranayama

» por Pedro Kupfer (1966-), do yoga.pro.br

Pranayama consiste em controlar o processo
de inspirar (shvasa) e expirar (prashvasa)”
Patañjali, em Yoga Sutra, II:49

A vida começa com a primeira inspiração e se prolonga até a última exalação. O alento é a vida, que flui com tal naturalidade que são poucos os momentos em que percebemos o seu valor. No entanto, se compararmos os elementos vitais para a existência, esse vai ocupar o primeiro lugar: sem alimento consegue-se subsistir durante várias semanas, sem água alguns dias, sem ar durante alguns minutos, mas sem prana, sem energia, não podemos subsistir nem um segundo sequer.

Respirar é viver, respirar bem implica viver melhor, respirar com plenitude significa existir plenamente. Acontece que a maioria das pessoas respira de forma superficial e insuficiente, utilizando apenas uma ínfima parte da capacidade pulmonar e vital. É uma forma bastante precária e limitada de respirar e viver, se considerarmos o potencial que temos para desenvolver de saúde, vitalidade e resistência.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Sankalpa, a intenção

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Yoganidra em aula do Prof. Cristiano Bezerra no Espaço Respire em 17 de janeiro de 2015. Foto por Cristiano Bezerra

Yoganidra em aula do Prof. Cristiano Bezerra no Espaço Respire em 17 de janeiro de 2015. Foto por Cristiano Bezerra

» por Karin Heuser Wolff

O propósito (sankalpa) é aquilo que se pretende fazer ou conseguir. É uma intenção dirigida, mas também uma resolução. O propósito produz foco e direção para aquilo que queremos, e ajuda na concentração.

O sankalpa é uma ótima ferramenta para formarmos samskaras positivos, substituindo os negativos, pois com o desenvolvimento das qualidades opostas um elemento indesejável desaparece.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...