A história da Bhagavad Gita

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Roviralta Borrel (1856-1926)
Arjuna e Krishna
A epopeia Mahabharata, de que faz parte a Bhagavad Gita, foi compilada na forma atual entre os séculos V e I a.C., e se reporta à grande Índia de outrora, unificada política e culturalmente, estendendo-se do Himalaia ao cabo Camorim.

Os Kurus (ou Kauravas) formavam um importante kula (clã) dessa época. Quando seu Rei Dhrtarastra, o Rei cego, envelheceu, decidiu ceder o trono, não a seu filho Duryodhana, mas ao primogênito de seu irmão Pandu (ou Pandava), Yudhisthira, pois Duryodhana, dado ao mal, não era digno de governar. Mas Duryodhana apoderou-se do trono através de intrigas e traições e tratou de tentar liquidar Yudhisthira e seus quatro irmãos.

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

Um caminhão de sabedoria

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» Entrevista com o Professor Hermógenes por Bernardo Horta

Maria Bicalho, esposa de um dos mais respeitados professores de Yoga do Brasil, foi atropelada por um caminhão quando o casal visitava o ashram de Sri Sathya Sai Baba, mestre de ambos, em janeiro de 1993, na Índia. Uma prova difícil, que deu a Hermógenes a oportunidade de pôr em prática a filosofia de vida que já professava há mais de 30 anos.

O Sr. não acredita mais na Medicina?

Quando proponho a Medicina sem terapeuta, sem médico, sem remédios, não estou contestando a alopatia e a homeopatia, pois elas todas são necessárias. A Medicina alopática me salvou da tuberculose. Não posso negá-la. Minha posição é que a Medicina tem se especializado em cuidar das doenças, e a Yogaterapia vai cuidar da saúde. Mas é verdade que podemos precisar da Medicina a qualquer momento…
Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

A essência está em nós

Compartilhe esse conteúdo com alguém...

» por Tales Nunes
Aula prática com Tales Nunes
Quando olhamos para nós mesmos ao espelho, ou para a pessoa ao nosso lado, podemos nos perguntar: “Em meio a essa materialidade óbvia que vejo, que se movimenta, argumenta, gesticula, onde está o que o anima, a anima, a alma? Em meio a tanta diversidade de cor, língua e credo, onde está a essência, o que é comum a qualquer ser humano?

Da mesma maneira, podemos nos perguntar, em meio a toda essa diversidade de rótulos, onde está o Yoga? Onde está a essência dessa filosofia, desse modo de vida, dessa visão de mundo, que se faz cada dia mais popular e, podemos dizer, em moda no Ocidente?

Veja MAIS »

Compartilhe esse conteúdo com alguém...